Prof. Dr. Osmar Castro

Especialista, Mestre e Doutor em Prótese Dentária USP

Prof.Dr. Osmar Castro é Professor do Curso de Mestrado em Prótese Dentária da São Leopoldo Mandic e autor de dois livros de Prótese Dentária. Formado há 30 anos tem consultório particular em Moema -São Paulo. (11) 55311032

Prótese fixa

prótese fixaPrótese fixa

A prótese fixa antiga estava com ausência de espaço para higienização o que resultou em inflamação por compressão e deposição de placa bacteriana. Nessa foto podemos perceber a remissão completa da inflamação (setas amarelas). Isso foi possível após a remoção da prótese antiga e substituição por um provisório de prótese fixa sem compressão e com espaço para higienização. A paciente foi orientada de como proceder a limpeza e agora sem áreas inflamadas irei moldar e confeccionar uma nova prótese fixa de porcelana. Caso do consultório odontológico em Moema. Dentista/Moema

Tipos de prótese fixa: prótese fixa metalocerâmica (porcelana externamente e metal internamente), prótese fixa metalfree (totalmente de porcelana reforçada sem nenhum metal), próteses fixas metálicas (somente metal sem porcelana).

A prótese fixa ainda pode ser unitária (dentes separados que dá para usar o fio dental) ou próteses parciais fixas (dentes unidos onde tem que se usar escovas interdentais específicas para se limpar entre os dentes.

Próteses fixas em resina acrílica tem uma durabilidade muito menor que as de cerâmica e devem ser usadas mais em provisórios.

 

www.odontologiacastro.com.br

Próteses Dentárias por CAD-CAM

Próteses Dentárias por CAD-CAM

Próteses dentárias cad cam

Próteses dentárias cad cam

Prótese Dentárias por cad-cam: foi com muita alegria que fomos recebidos pelo Professor Luiz Buratto na CNG para acompanhar a metodologia do curso CAD SCHOOL para o escaneamento, projeto e usinagem de próteses e componentes protéticos. Nossos alunos da especialização em Prótese Dentária da INEPO puderam acompanhar o que há de mais moderno na confecção de próteses dentárias por computador e fresagem. Conhecemos também produtos importados e fabricados pela CNG, uma empresa com tradição e credibilidade no mercado odontológico. Agradecemos também as explicações dos professores Paulo e Felipe que tão amavelmente nos receberam. A interação do protético, da indústria e do dentista geram frutos inestimáveis para a criação de novas idéias e a evolução de técnicas e materiais.  www.odontologiacastro.com.br

IMG_4403

Atendimento Odontológico Hospitalar

Atendimento Odontológico Hospitalar

Atendimento hospitalar odontológico

Ontem estive no Hospital Albert Einstein para atendimento odontológico hospitalar. A paciente de 90 anos com Alzheimer não cooperava para a limpeza do ouvido e teve que ser sedada. Aproveitei a sedação da paciente para um atendimento odontológico e readaptei suas próteses dentárias.

Atendimento Odontológico Hospitalar: Muitos pacientes hospitalizados necessitam de atendimento odontológico. Atualmente os melhores hospitais já contam com dentistas na UTI para dar um suporte odontológico eliminando focos de infecção e mantendo a higiene bucal no intuito de diminuir a quantidade de bactérias bucais evitando infecções que poderiam complicar ainda mais o quadro clínico do paciente. Por outro lado muitos pacientes precisam de ajustes em suas próteses dentárias que também podem estar desconfortáveis ou infectadas. Nestes casos já fui chamado várias vezes para fazer atendimentos em hospitais para pacientes internados que não poderiam ir ao consultório. Além do motor elétrico e materiais para o caso dois equipamentos são essenciais: um fotóforo (luz) portátil especial e um coletor de resíduos para não sujar o ambiente hospitalar.

Abordagem protética do paciente hospitalizado: A abordagem do paciente hospitalizado é totalmente diferente do que é feito no consultório dentário. Não se pensa em trocar as próteses antigas por novas e sim readaptar as antigas removendo toda resina antiga contaminada por uma nova. Assim é uma abordagem mais rápida mas que permitirá um tempo para que o paciente se recupere para fazer as próteses novas, mas com uma condição bucal saudável e com conforto.

www.odontologiacastro.com.br

Próteses dentárias

próteses dentárias

próteses dentárias

Próteses dentárias

Próteses dentárias: Foto do caso do post anterior, a esquerda próteses antiestéticas e desgastadas, a direita após a terapia muscular estética e a confecção das próteses novas. Obs. O uso de dentes importados com uma camada de resina endurecedora irá diminuir o desgaste dos dentes artificiais.

Superior: prótese total mucosossuportada (dentadura convencional)

Inferior: Prótese parcial removível (ponte móvel)

Técnica utilizada: clonagem terapêutica

Diferenciais de uma prótese dentária de alto nível: gengiva caracterizada de acordo com a cor natural do paciente, dentes importados de primeira linha, reforço metálico interno com pintura para esconder o metal e ficar imperceptível (no caso superior da dentadura), montagem Regressiva que permite um melhor engrenamento entre os dentes e mais conforto na deglutição (técnica própria do professor Osmar e Tomaz), terapias prévias na prótese antiga que permite uma adaptação mais rápida e confortável nas próteses novas. Próteses com escultura rasa e papilas gengivais sem buracos evitando o acúmulo de alimento (próteses auto-limpantes), a formação de tártaro e o mau hálito causado por próteses dentárias. www.odontologiacastro.com.br

Especialista em prótese responde:

Próteses dentárias podem alterar a musculatura?  Sim, as próteses dentárias dão suporte para bochechas e língua que estão envolvidos por músculos que se apoiam nas próteses. Na foto da esquerda um volume exagerado na prótese inferior promovia uma assimetria no lábio  durante o sorriso do paciente. Após a troca pelas próteses novas um apoio mais natural dos lábios e língua foi alcançado e após uma semana uma melhora significativa pode ser observada (foto da direita). Será preciso um tempo maior para que os músculos ao redor das próteses se estabilizem por completo. Caso realizado por Osmar Castro no consultório odontológico em Moema (unidade I).

Prótese dentária e a estética

Próteses dentárias podem mudar completamente o visual do paciente para melhor ou para pior. Nesse caso a paciente na foto da esquerda possuía uma prótese com diastema (espaço entre os dentes) que ao invés de mascarar o uso de prótese, a denunciava. Além disso os dentes inferiores apareciam demais enquanto os superiores estavam menos visíveis. Isso, principalmente para mulheres, resulta em um sorriso antiestético, artificial e masculinizado. Na foto da direita invertemos isso, aumentando a visibilidade dos dentes anteriores, eliminamos o espaço entre os dentes e diminuindo a visibilidade dos dentes inferiores, promovendo um sorriso mais jovial, feminino e estético. Caso realizado no consultório odontológico de Indaiatuba (Clínica Osmar Castro Unidade II).

Prótese dentária e a correção da borda

Na confecção de próteses totais (dentaduras ou overdentures) convencionais ou sobre implantes é importante que a borda da prótese promova um selamento (vácuo) impedindo a entrada de ar e conferindo a prótese o máximo de retenção e estabilidade. Pesquisamos inúmeros materiais para correção da borda da prótese: pasta de óxido de zinco e eugenol em fase mais adiantada, resina quimicamente ativada, resina fotoativada, godiva de baixa e alta temperatura de plastificação. Na foto o clone (técnica da clonagem terapêutica em prótese total) cópia da prótese antiga foi corrigido sua borda com resina fotoativada em placas. Atualmente corrigimos a borda através de reembasamentos diretos na prótese dentária antiga através de resinas específicas para esse fim com baixa exotermia. Após a correção da borda através do reembasamento a clonamos e moldamos (moldagem mioestabilizada). A técnica completa está em nosso livro: Técnica da clonagem terapêutica em prótese total publicada pela editora Santos em 2009.

Professor de prótese Osmar Castro – nova publicação

Professor prótese dentária Osmar Castro e sua nova publicação científica na revista RGO sobre a efetividade do ácido peracético na desinfeção. Professor e pesquisador na área de prótese, Osmar Castro procura sempre estar atualizado nas áreas que envolvem as próteses dentárias convencionais e sobre implantes. O ácido peracético, nessa pesquisa, se mostrou eficiente na desinfecção da contaminação por Candida Albicans. Além disso, seus sub produtos são biodegradáveis pois resultam em água e oxigênio.