Prof. Dr. Osmar Castro

Especialista, Mestre e Doutor em Prótese Dentária USP

Prof.Dr. Osmar Castro é Professor do Curso de Mestrado em Prótese Dentária da São Leopoldo Mandic e autor de dois livros de Prótese Dentária. Formado há 30 anos tem consultório particular em Moema -São Paulo. (11) 55311032

Estética dentária

Estética dentária

Estética dentária

A Estética dentária é bem complexa. Nos casos de pacientes que perderam todos os seus dentes as dificuldades aumentam imensamente, tanto o restabelecimento da estética, quanto da função. A estética não pode ser banalizada apenas como dentes brancos e alinhados, ela é muito mais que isso. Para se obter uma estética dentária harmoniosa é preciso o sorriso se integrar com o rosto, olhos, nariz e cabelo. A estética dentária faz parte de um todo. Devido as dificuldades em se estabelecer tamanho de dentes, cor e forma das pessoas que perderam todos os seus dentes é possível que o dentista acabe entregando uma prótese com uma imagem que não se harmoniza com o paciente, ele se olha no espelho e não se reconhece. No meu curso de estética abordo caminhos científicos e lógicos para se obter próteses harmoniosas com o  paciente como um todo. Um dos pontos chaves para o insucesso estéticos é que o protético muitas vezes não recebe informações suficientes do dentista para a montagem dos dentes, e essa falta de comunicação entre protético e dentista leva a resultados estéticos insatisfatórios. A mais de 20 anos eu monto todas as minhas próteses totais (dentaduras fixas ou removíveis), isso me permite ter um controle absoluto sobre a estética final. Se o dentista não quer montar ele precisa no mínimo aprender, pois somente assim ele vai perceber as dificuldades e poder melhorar a comunicação com o protético, resultando em próteses estéticas e na satisfação do paciente que é nosso objetivo maior. www.odontologiacastro.com.br

Prótese removível estética

Prótese removível estética

Prótese removível estética: hoje instalei em meu consultório em Moema essas próteses dentárias. A paciente por recomendações médicas não pode fazer implantes dentários, por causa disso planejei uma prótese conjugada: prótese fixa com removível. Uma prótese fixa de 4 elementos em cerâmica  com fresagem interna para o encaixe da prótese parcial removível associada com outra prótese fixa de dois dentes com um encaixe de attachment vão promover retenção e evitar o grampo na região anterior promovendo um excelente estética. A barra palatina que vai no céu da boca evita a região da papila incisiva que é o lugar de descanso da língua tornando a adaptação à prótese extremamente rápida. A barra palatina é extremamente fina dando conforto e não interferindo com a fonética. A gengiva artificial foi feita pelo sistema STG resultando em naturalidade na transição da gengiva artificial com a natural. www.odontologiacastro.com.br

prótese removível estética

Prótese fixa X dentadura

Prótese fixa x Dentaduraprótese fixa-dentaduras

O que é melhor uma prótese fixa ou uma dentadura? Quando bem feitas as duas podem ser uma boa opção, quando mal feitas as duas podem causar sérios problemas estéticos e funcionais. Esse caso que apareceu em meu consultório em Moema na semana passada mostra uma prótese fixa sobre implantes que teve um insucesso. As setas amarelas demonstram que a prótese não assentou nos implantes deixando um espaço entre a prótese e os implantes. Isso levou a fratura de 2 parafusos dentro dos implantes e a uma reabsorção óssea que provocou a perda de um implante dentário. Para esse tipo de prótese fixa são indicados intermediários que são peças que melhoram o eixo de inserção da prótese e no caso de fratura de parafusos este não ocorrem no interior do implante e sim dentro dos intermediários, o que evita a perda do implante já que o parafuso do intermediário é mais frágil do que o parafuso que se prende ao implante, justamente para proteger o implante dentário. Além disso, o uso de intermediários corrige posições de implantes muito subgengivias (para dentro da gengiva), levando a adaptação da prótese para áreas de maior acesso a higienizarão. Por isso, um planejamento de uma prótese fixa sobre implantes deve ser o mais profundo possível, a fim de entregar próteses com grande durabilidade e que promovam a saúde bucal. www.odontologiacastro.com.br

Prótese fixa

prótese fixaPrótese fixa

A prótese fixa antiga estava com ausência de espaço para higienização o que resultou em inflamação por compressão e deposição de placa bacteriana. Nessa foto podemos perceber a remissão completa da inflamação (setas amarelas). Isso foi possível após a remoção da prótese antiga e substituição por um provisório de prótese fixa sem compressão e com espaço para higienização. A paciente foi orientada de como proceder a limpeza e agora sem áreas inflamadas irei moldar e confeccionar uma nova prótese fixa de porcelana. Caso do consultório odontológico em Moema. Dentista/Moema

Tipos de prótese fixa: prótese fixa metalocerâmica (porcelana externamente e metal internamente), prótese fixa metalfree (totalmente de porcelana reforçada sem nenhum metal), próteses fixas metálicas (somente metal sem porcelana).

A prótese fixa ainda pode ser unitária (dentes separados que dá para usar o fio dental) ou próteses parciais fixas (dentes unidos onde tem que se usar escovas interdentais específicas para se limpar entre os dentes.

Próteses fixas em resina acrílica tem uma durabilidade muito menor que as de cerâmica e devem ser usadas mais em provisórios.

 

www.odontologiacastro.com.br

Prótese fixa e inflamação

Prótese fixa e inflamação

 

Prótese fixa e inflamação: A prótese fixa antiga estava causando uma inflamação na gengiva por excesso de compressão e falta de espaço para higienização. Ao removê-la um provisório foi confeccionado para diminuir a pressão e permitir o acesso de uma escova interporiam. Após uma semana a gengiva está quase que recuperada, mais alguns dias estará pronta para a moldagem para uma nova prótese fixa. Caso realizado no meu consultório dentário em Moema.

www.odontologiacastro.com.br

Prótese fixa

Prótese fixa: inflamação

Captura de Tela 2015-10-06 às 10.15.44Prótese fixa :inflamação

Ao remover a prótese fixa foi constatado um grau elevado de inflamação gengival. A prótese tinha sido cimentada há apenas alguns meses, e embora feita pelo sistema Cad-cam, não possuía espaço para higienização, além de uma compressão exagerada sobre a gengiva. Por mais moderno que seja o sistema de escaneamento e fresagem, o fator humano do planejamento da prótese ainda é soberano, e grandes erros podem ocorrer. Foi confeccionado um provisório bem aliviado na região gengival e o paciente orientado para promover a higienização da área várias vezes ao dia com escova interproximal. Após a remissão da inflamação uma nova prótese fixa será confeccionada já que o paciente não quer fazer implantes dentários. Caso realizado no consultório odontológico de Moema.

Prótese fixa

Prótese fixa: Porcelana

Prótese fixa: porcelana. Essa prótese fixa de porcelana foi cimentada essa semana em meu consultório em Moema. É uma prótese Onlay em cerâmica E-MAx (dissilicato de Lítio). A cimentação foi adesiva o que permite o mínimo de desgaste do dente durante o preparo. Esses tipos de próteses fixas parciais, com a evolução dos cimentos resinosos aliado a cerâmicas mais resistentes, permitiram mudar muitos conceitos antigos como desgastes dentários maiores e reforços em metal para a porcelana. As prótese fixas podem ser coroas totais que envolvem todo o dente preparado, ou próteses fixas parciais como essa ou as Inlays que recobrem apenas uma parte interna do dente sem envolver suas cúspides (ponta do dente). O dente foi protegido antes da cimentação com ionômero de vidro da marca Vitremer, o ionômero libera flúor protegendo o dente e evitando sensibilidade. A cimentação adesiva segue protocolos rígidos com uma preparação da parte interna da prótese fixa onlay (ácido fluorídrico, silano e bond). O dente não precisou ser condicionado pois utilizamos um cimento auto-condicionante (Rylex U200).

Prótese fixa: pode ser unitária (um único dente) ou uma prótese parcial fixa (vários dentes unidos).  As próteses fixas sem metal atualmente tem resistência para próteses de até 3 dentes.

www.odontologiacastro.com.br

Prótese fixa

Prótese fixa

Implante dentário

Implante dentário

 

Implante dentário: nesse caso foram instalados 4 implantes dentários na mandíbula. Essa técnica é conhecida como “All on four”, onde uma prótese fixa é parafusada em 4 implantes dentários. Os dois últimos implantes tem uma inclinação para distal (para trás) o que permite estender a prótese mais para trás sem aumentar o Cant Lever (parte da prótese suspensa). Para se planejar 4 implantes em uma prótese fixa outros fatores devem ser analisados: forma do arco, antagonista, presença ou não de parafunção, inclinação do rebordo, tipo ósseo, tamanho do implante e distância AP. Além da análise de todos esses fatores, o  pedido de uma tomografia computadorizada é impresncidível no planejamento de implantes dentários para se determinar a largura, altura e posição dos implantes.

Todas as próteses tem vantagens e desvantagens, as próteses tipo Protocolo tem como sua maior vantagem serem fixas, mastigação eficiente, e as desvantagens são que são mais difícieis de se escovar) e portanto não são indicadas para pacientes com dificuldades manuais motoras, e a perda do suporte labial nos casos que os implantes forem instalados atrás da posição original do dente devido a reabsorção ósseos.

Consultório odontológico de Moema. www.odontologiacastro.com.br