Prof. Dr. Osmar Castro

Especialista, Mestre e Doutor em Prótese Dentária USP

Prof.Dr. Osmar Castro é Professor do Curso de Mestrado em Prótese Dentária da São Leopoldo Mandic e autor de dois livros de Prótese Dentária. Formado há 30 anos tem consultório particular em Moema -São Paulo. (11) 55311032

Estética dentária

Estética dentária

Estética dentária

A Estética dentária é bem complexa. Nos casos de pacientes que perderam todos os seus dentes as dificuldades aumentam imensamente, tanto o restabelecimento da estética, quanto da função. A estética não pode ser banalizada apenas como dentes brancos e alinhados, ela é muito mais que isso. Para se obter uma estética dentária harmoniosa é preciso o sorriso se integrar com o rosto, olhos, nariz e cabelo. A estética dentária faz parte de um todo. Devido as dificuldades em se estabelecer tamanho de dentes, cor e forma das pessoas que perderam todos os seus dentes é possível que o dentista acabe entregando uma prótese com uma imagem que não se harmoniza com o paciente, ele se olha no espelho e não se reconhece. No meu curso de estética abordo caminhos científicos e lógicos para se obter próteses harmoniosas com o  paciente como um todo. Um dos pontos chaves para o insucesso estéticos é que o protético muitas vezes não recebe informações suficientes do dentista para a montagem dos dentes, e essa falta de comunicação entre protético e dentista leva a resultados estéticos insatisfatórios. A mais de 20 anos eu monto todas as minhas próteses totais (dentaduras fixas ou removíveis), isso me permite ter um controle absoluto sobre a estética final. Se o dentista não quer montar ele precisa no mínimo aprender, pois somente assim ele vai perceber as dificuldades e poder melhorar a comunicação com o protético, resultando em próteses estéticas e na satisfação do paciente que é nosso objetivo maior. www.odontologiacastro.com.br

Estética dentária – Professor Osmar

 Estética dentária – Aula do Professor Osmar

Estética dentária realizada em abril de 2017. Curso de imersão de 8 horas sobre o planejamento estético das próteses dentárias realizada na INEPO. Seguem depoimentos dos alunos:

“Sua aula é show!”Dra Amanda Cioni

“Vamos derrubar as velhas crenças!!!”Dr José Antonio Pagliuso

“Grande Mestre”Dr Diogo Vianês

“Amei a aula”Dra Thaisa Alves

A aula de imersão tem por objetivo ensinar o planejamento estético de casos complexos de reabilitações bucais como próteses totais (dentaduras) , próteses fixas sejam de resina ou porcelana, próteses removíveis parciais que tenham atingido a região dos dentes anteriores, próteses tipo protocolo (dentaduras fixas parafusadas sobre implantes dentários) e Overdentures (próteses removíveis sobre implantes dentários). Esse curso intensivo de 8 horas é resultado de 9 anos de estudo na USP onde minha tese de Mestrado e Doutorado em Prótese Dentária foram sobre a estética dentária de reabilitações protéticas como disposição dos dentes, seleção dos dentes, montagem dos dentes, uso da carta-molde e antropometria. Além desses 9 anos de estudo, 16 anos convivi em um laboratório de prótese do professor Tomaz Gomes onde pesquisamos diversas técnicas até idealizarmos a nossa que resultou em dois livros sobre a “Clonagem Terapêutica”, e inserido nessa técnica temos terapias estéticas que auxiliam o profissional no planejamento estético.

www.odontologiacastro.com.br

 

Estética dentária Professor de estética Curso de estética em prótese Professor de Prótese e Estética

Curso de Estética

curso de estéticaCurso de Estética

Curso de Estética de 8 horas pelo Professor Osmar Castro dia 17.3.17, na INEPO

Após 30 anos de pesquisa e estudo o professor Osmar Castro, especialista, mestre e doutor em prótese dentária pela USP, lança um curso inovador sobre como planejar a estética de casos complexos como para quem usa dentaduras móveis ou fixas, Overdentures que são as dentaduras presas em implantes dentários, e casos de próteses fixas com perda dos dentes anteriores. Os temas abordados serão:

  • A importância do “T” tridimensional invertido
  • Os 4 pilares da Estética Dentária
  • As 8 referências do plano de orientação superior
  • Novas técnicas para seleção da altura e largura dos dentes
  • A seleção dos dentes sob análise da dimensão vertical
  • Simulação imediata da nova DVO na primeira consulta
  • A perspectiva na estética dentária
  • Ilusão de ótica na forma dentária
  • Visagismo e a disposição dos dentes
  • Comunicação dentista-protético através de guias em cera, silicone e resina (GEC, GES, GER)
  • Casos clínicos de próteses fixas, próteses totais mucosossuportadas, prótese total híbrida, Prótese bucomaxilo, Overdentures e Protocolos

www.odontologiacastro.com.br

Dentadura e gengiva artificial

Dentadura e gengiva artificial

DentaduraDentadura e gengiva artificial: uma das preocupações de pessoas que usam dentaduras é a artificialidade da gengiva. Atualmente é possível se fazer gengivas de dentaduras da mesma cor que a gengiva do paciente. Isso é possível através de um sistema de caracterização (Sistema STG). O professor Tomaz Gomes idealizou essa técnica onde várias cores de resina vão resultar na cor selecionada através de escalas que são comparadas com a gengiva natural do paciente. O resultado dessa combinação de cores resulta em dentaduras estéticas, mesmo nos casos em que há a exposição da gengiva na fala ou no sorriso, isso porque a cor da resina da gengiva artificial se harmoniza com os lábios e o tom da pele do paciente. Nessa foto abaixamos o lábio do paciente para mostrar a gengiva, e pode-se observar que a cor do acrílico é composto de várias cores e não como são feitas algumas dentaduras que são acrilizadas em um único tom de rosa que as tornam anti-estéticas e artificiais. Outro ponto para observar é que as papilas (gengiva que entra entre os dentes), foram esculpidas de forma que não deixam espaços vazios pois isso levaria a formação de tártaro, acúmulo de alimento e mau hálito. Nossas dentaduras sempre são entregues dessa maneira, que denominamos de dentaduras com auto-limpeza, pois elas não terão alimentos grudados entre os dentes após as refeições, facilitando a higienizarão por parte dos pacientes. Caso realizado no consultório odontológico em Moema pelo especialista em dentaduras professor Osmar Castro www.odontologiacastro.com.br

Faceta de porcelana

Facetas de porcelanaFaceta de porcelana

Faceta de porcelana: Facetas de porcelana são lâminas cerâmicas coladas sobre os dentes. São indicadas para clarear dentes, substituir restaurações de resinas extensas, melhorar a forma, melhorar sua posição, ou aumentar seu tamanho. As cerâmicas modernas possuem alta estabilidade de cor (a cor quase não se altera com o passar dos anos), o que vem a ser uma grande vantagem em relação as resinas que alteram sua cor com o passar do tempo. Normalmente as facetas não penetram no interior da gengiva, o que vem facilitar sua adaptação e a higienização do paciente, mantendo a gengival saudável. Sua espessura vai depender de cada caso, mas tecnicamente é possível fazer facetas extremamente finas (0.3mm) conhecidas como “lente de contato”. Ao contrário do que muitos pensam, as facetas de porcelana reforçam os dentes. Osmar Castro – Especialista em Prótese Dentária. www.odontologiacastro.com.br

Faceta de porcelana

Faceta de porcelanaFaceta de porcelana

Facetas de porcelana são lâminas de cerâmica coladas sobre o dente natural. São usadas para melhorar a cor (clarear), corrigir imperfeições, alinhar dentes ou modificar a forma dos dentes. A espessura vai depender de cada caso. Nessa foto demonstramos o planejamento de uma reabilitação através de facetas de porcelana e coroas totais sem metal. Os desgastes dos dentes geralmente são pequenos e sem necessidade de anestesia, principalmente com o objetivo de determinar um eixo de inserção das facetas de porcelana. Esse procedimento em Odontologia é conhecido como “minimamente invasivo” pois é um tratamento conservador em comparação com os preparos para coroas totais. Apenas nos casos que o dente possui muitas restaurações antigas ou grande alteração de cor desgastes maiores serão necessários. Nesse caso também foi necessário um planejamento para alinhar as alturas gengivais. No modelo foram demarcada as áreas de desgaste que foram mínimas. Abaixo o resultado do antes e depois. caso realizado pelo especialista em Prótese dentária Osmar Castro.

www.odontologiacastro.com.br

Prótese Dentária

Prótese DentáriaPrótese dentária

Prótese Dentária: nesse caso duas próteses dentárias superiores foram confeccionadas em nosso consultório odontológico de Moema. Os dentes possuíam pinos metálicos e raízes bastante escurecidas (primeira foto da esquerda). Foi planejado duas coroas protéticas totalmente em cerâmica. Na segunda foto coppings em zircônia que são brancos e opacos irão cobrir toda parte  escurecida do dente. Sobre esse copping foi aplicada uma porcelana própria para a zircônia e as coroas foram cimentadas (terceira foto). As coroas de porcelana sem metal são indicadas para evitar acizentamentos na parte gengival. Atualmente as porcelanas permitem que as próteses sejam sem o metal. Esses tipos de coroas podem ser cimentadas ou coladas, dependendo do material cerâmico empregado.

Próteses metalfree - As coroas totalmente de porcelana passaram a ser possíveis depois que a evolução da ciência dos materiais dentários conseguiu desenvolver cerâmicas altamente resistentes que poderiam ser confeccionadas sem o reforço metálico interno. A partir daí foi possível confeccionar coroas mais estéticas diminuindo o acizentamento produzido na gengiva devido a presença do metal interno.

Próteses sem metal: Os principais materiais utilizados atualmente para se fazer coroas dentárias são o Dissilicato de Lítio (e-max) e a zircônia. essas coroas podem ser estratificadas (quando vai se construindo aos poucos por camadas) ou injetadas e depois maquiadas (pinturas externas que vão dar a cor do dente).

www.odontologiacastro.com.br