Prof. Dr. Osmar Castro

Especialista, Mestre e Doutor em Prótese Dentária USP

Prof.Dr. Osmar Castro é Professor do Curso de Mestrado em Prótese Dentária da São Leopoldo Mandic e autor de dois livros de Prótese Dentária. Formado há 30 anos tem consultório particular em Moema -São Paulo. (11) 55311032

Estética dentária

Um especialista em prótese dentária deve se preocupar com a estética e função nas suas reabilitações. Nesse caso uma prótese sobre implante inferior foi trocada para melhorar a forma e os pontos de contato com os dentes vizinhos. No superior uma coroa livre de metal foi confeccionada para clarear a gengiva e dar uma estética mais agradável.

Implante dentário e dentes apoiando uma prótese

O planejamento dessa prótese dentária foi aproveitar um implante e 4 raízes dentárias naturais. Duas raízes foram preparadas e moldadas para núcleo estojado fundido com metal para atrair magneto. No implante um abutment personalizado foi feito também com metal específico. As raízes entre o implante foram seladas com amálgama para diminuir os custos e servirão apenas como suporte. Uma prótese sobre implante (overdenture) foi confeccionada com 3 magnetos e reforço metálico interno. Esse tipo de sistema de retenção não levará cargas laterais ao implante e aos dentes aumentando sua longevidade.

Erosão dentária

ADES faz mal?
Aproveitando as últimas notícias sobre a contaminação da bebida a base de soja ADES, muitas bebidas fazem mal aos dentes sem estarem contaminadas, ou seja, do jeito que são mesmo! Refrigerantes a base de cola, principalmente aqueles que acrescentam sabor limão (Coca Cola Lemon, Pepsi Twist) são os mais provocam erosão nos dentes (perda da estrutura dentária por ação de agentes químicos). Esses refrigerantes, além dos ácidos cítrico e fosfóricos são acrescidos com 2,5% de suco de limão. Literalmente com o uso contínuo tem um potencial grande de erosão dentária, em outras palavras, tanto ácido “dissolve”o esmalte dentário.
E o garçom ainda pergunta: com gelo e uma rodela de limão? Mais ácido…menos dente…
Foto: ADES faz mal?<br />
Aproveitando as últimas notícias sobre a contaminação da bebida a base de soja ADES, muitas bebidas fazem mal aos dentes sem estarem contaminadas, ou seja, do jeito que são mesmo! Refrigerantes a base de cola, principalmente aqueles que acrescentam sabor limão (Coca Cola Lemon, Pepsi Twist) são os mais provocam erosão nos dentes (perda da estrutura dentária por ação de agentes químicos). Esses refrigerantes, além dos ácidos cítrico e fosfóricos são acrescidos com 2,5% de suco de limão. Literalmente com o uso contínuo tem um potencial grande de erosão dentária, em outras palavras, tanto ácido "dissolve"o esmalte dentário.<br />
E o garçom ainda pergunta: com gelo e uma rodela de limão? Mais ácido...menos dente...

Coroa dentária metalo-cerâmica com oclusal metálica

Nesse caso  houve uma extrusão dentária (descida do dente) severa do molar superior. Uma ameloplastia foi realizada mas mesmo assim o espaço para a cerâmica na oclusal não foi conseguida já que o dente inferior tem pouca altura. O metal consegue suportar até uma espessura de 0.3mm que  foi obtida no provisório e checada com o uso de um espessímetro. A solução foi uma “ilhota”metálica na oclusal simulando uma restauração por amálgama.  O segundo molar é o dente que recebe as maiores cargas oclusais devido a sua proximidade do masseter, por isso, qualquer tentativa de se fazer um dente metal-free totalmente em cerâmica poderia levar ao insucesso. Na vestibular trabalhei com pigmentos brancos para simular manchas brancas presentes nos outros molares e caracterizei o colo com um tom mais castanho.

Toxina Botulínica na Odontologia

Osmar Castro A DTM é uma doença de origem complexa somando-se fatores oclusais, posturais e emocionais. Após o diagnóstico deveremos atacar a CAUSA da doença. Tratamentos paliativos são sempre bem-vindos principalmente devido a complexidade na cura total dessa disordem. Gosto muito da frase que um professor um dia disse para mim: – Nunca devemos ser os primeiros nem os últimos a aderirem a novidades. Tratamentos novos seguem sempre uma curva de aprendizado que na prática são obtidas por tentativas e erros que vão aperfeiçoando a técnica através das experimentações clinicas. Espero que no futuro possa ter a confiança de injetá-la em meus pacientes com todo o respaldo que só os artigos científicos podem me dar.