Prof. Dr. Osmar Castro

Especialista, Mestre e Doutor em Prótese Dentária USP

Prof.Dr. Osmar Castro é Professor do Curso de Mestrado em Prótese Dentária da São Leopoldo Mandic e autor de dois livros de Prótese Dentária. Formado há 30 anos tem consultório particular em Moema -São Paulo. (11) 55311032

Restauração (obturação) estética

As restaurações (obturações) estéticas estão cada vez mais sendo indicadas devido as melhoras nas propriedades físico-mecânicas das resinas. A estética dentária sem dúvida nenhuma é melhorada em substituição ao amálgama, mas cada caso deve ser avaliado, pacientes com bruxismo (hábido de ranger os dentes, histórico de fraturas nas restaurações com frequência, devem ser avaliados da indicação de restaurações estéticas em resina e controles periódicos mais frequentes devem ser indicados.

Próteses dentárias fixas

Apesar dos avanços dos implantes dentários muitas vezes ainda é indicado confecção de próteses dentárias fixas convencionais. Nesse caso, (a esquerda) uma gengiva artificial em silicone é confeccionada para orientar o protético no perfil da prótese e do nível que ficará intrasulcular. A direita uma prótese fixa de 3 elementos substitui a raiz perdida do molar. Esse caso foi planejado com uma prótese fixa de 3 elementos pois não havia osso suficiente para um implante e o paciente não queria passar pela cirurgia conhecida como  levantamento do seio maxilar.

Especialista em prótese dentária

Ser especialista em prótese dentária é uma das especialidades mais gratificantes da Odontologia, pois apesar de indicar várias especialidades para uma abordagem multidisciplinar de cada caso, são os protesistas que finalizam e tem o prazer de ver o resultado final estético e funcional. Ser especialista em prótese dentária significa que é preciso conhecer todas as especialidades pois são os reabilitadores protéticos que fazem o planejamento do plano de tratamento. Por isso é preciso que além do domínio da confecção de próteses fixas, próteses removíveis, próteses totais, próteses sobre implantes, oclusão (mordida) e DTM (disfunções temporo mandibulares), o especialista em prótese tem que ter conhecimento suficiente para saber indicar tratamentos endodônticos, ortodônticos e cirúrgicos que por ventura tenha que complementar o planejamento protético. Por isso, quem escolhe essa área, deve estar sempre atualizado para oferecer as melhores e mais modernas técnicas para os seus pacientes e ter a satisfação de promover um sorriso bonito e harmônico.

Estética dentária

Espaços entre os dentes anteriores normalmente comprometem a estética. Nesse caso, devido a perda óssea, diastemas antiestéticos se formaram. Com a reabilitação protética os dentes foram alinhados e uma curva harmônica foi obtida. A eliminação ou manutenção dos diastemas devem ser discutidos entre o paciente e o dentista para avaliar seus conceitos estéticos.

Professor prótese Osmar e professor Tomaz Gomes

Meu convívio de 20 anos com o professor Tomaz Gomes resultou em uma técnica nova de prótese total. Pautada no planejamento e em terapias prévias na prótese antiga, resulta em resultados confiáveis e previsíveis. Atualmente tem sido ensinada em curso de Mestrado em prótese mas o livro possibilitou o conhecimento e a divulgação para todos os dentistas interessados em conhecer mais sobre esse tipo de reabilitação protética.

Como minimizar as mudanças da estética dentária?

Especialista em prótese responde: Muitas vezes a estética dentária está tão prejudicada que ao restabelecê-la o impacto perante a sociedade pode gerar insegurança e constrangimento. Duas maneiras devem ser protocolo para minimizar essa transição da estética dentária. Primeiro terapias prévias são feitas na prótese antiga, principalmente no restabelecimento da altura do rosto (DVO). E em segundo lugar sempre aconselho os pacientes para no dia da instalação fazer alguma mudança, por exemplo no cabelo, para tirar um pouco o foco da atenção para os novos dentes. Assim, em  pouco tempo as pessoas acostumarão com a nova imagem mais jovem e mais bela do paciente.

Insucessos de prótese dentária

Apesar de alguns dentistas planejarem sistemas retentivos sobre raízes tipo o’ring, o risco de fratura radicular é muito grande. A força exercida sobre a raiz nesse tipo de sistema é a mais prejudicial aos ligamentos periodontais levando invariavelmente a luxação ou fratura radicular. O sistema o’ring em implantes dentários pode ser indicado devido a osseointegração do implante no osso sendo que a força de tração não prejudicará a união implante-osso. Para raízes com bom suporte ósseo os magnetos são os mais indicados por liberarem a raiz das forças horizontais.